Tag Archives: acidente

Emigrante na Suíça morre em acidente contra camião na Guarda

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, tratou-se de uma coliso entre um veculo pesado e um ligeiro de passageiros, que ocorreu pelas 11.30 horas.

O acidente causou a morte de um ocupante do veculo ligeiro de matrcula sua que era conduzido por um portugus residente naquele pas.

O ferido grave tambm viajava na mesma viatura e o ferido ligeiro era ocupante do veculo pesado, de acordo com a GNR.

Devido ao acidente, a autoestrada que liga Aveiro a Vilar Formoso esteve cortada naquele local durante cerca de trs horas, tendo sido reaberta circulao pelas 14.30 horas.

A GNR no teve necessidade de desviar o trnsito pela Estrada Nacional 16, uma vez que o choque ocorreu debaixo do viaduto do n de Alto de Leomil e os veculos saam da autoestrada e voltavam a entrar naquela zona.

Pedreiro morre em acidente de trabalho em canteiro de obras, em …

Um pedreiro que trabalhava na construção da fábrica da BMW, em Araquari, sofreu um acidente de trabalho e morreu por volta das 10 horas desta quarta-feira (30). De acordo com informações dos bombeiros, uma plataforma de concreto caiu sobre a vítima. José Wilson Calzes da Silva, de 36 anos, que era natural da Bahia, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Ainda segundo os bombeiros, não houveram outros feridos no acidente.

O Ministério do Trabalho e a Polícia Civil vão apurar as causas do acidente. Equipes do IML (Instituto Médico Legal) e da perícia chegaram no local no início da tarde, e iniciaram o trabalho de investigação. Inclusive, bombeiros, que atenderam a ocorrência, voltaram ao local do acidente para prestar depoimento ao delegado de polícia e relatar o que viram quando chegaram para realizar o resgate do funcionário.

Segundo a assessoria de comunicação da BMW, o funcionário trabalhava para uma empresa terceirizada, contratada para realizar a obra. A BMW deve se pronunciar ainda na tarde desta quarta-feira (30), sobre o acidente, por meio de nota oficial.

Vítimas do acidente na BR-280, em Araquari, são identificadas

 

As quatro vítimas fatais do acidente ocorrido na tarde desta quarta-feira (30), na BR-280, em Araquari, foram identificadas. O motorista do carro Alonzo Javon Saborne, 50 anos, e os passageiros Andreas Walter Rudolf Grimm, 52, Grassiele Fagundes de Oliveira, 30 e Luis Fernando Piccianato Alves, morreram na hora. O passageiro Felipe Minelli Metzker, 28, sobreviveu e foi levado para o Hospital São Municipal São José, em Joinville.

De acordo com informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), a carreta estava no sentido Joinville – São Francisco do Sul invadiu a pista contrária ao desviar da traseira de outro veículo no qual ia bater. Ao fazer a manobra, o motorista Niomar Ralber, 33 anos, acabou batendo de frente do GM Cruze branco, onde estavam os cinco passageiros. Segundo a PRF, pelo menos dois deles seriam estrangeiros.

Jovem italiana morre após seu cabelo ficar preso no volante …

Uma jovem italiana morreu em um acidente de carro depois que seu longo cabelo ficou preso no volante.

Caterina Alzetta, de 20 anos, e seu irmão mais velho, Pietro, de 21 anos, estavam no mesmo veículo, na cidade italiana de Montereale Valcellina.

O acidente aconteceu quando a jovem, que estava no banco de passageiros, abriu a janela e o vento forte jogou seu cabelo e fez com que ele se prendesse ao volante.

Ativistas lutam para manter viva menina estuprada por mulá no Afeganistão

Caixas-pretas do avião que caiu em Taiwan são decodificadas

A jovem tentou puxar o cabelo de volta e, por isso, seu irmão perdeu o controle do carro, invadiu a pista ao lado e provocou uma colisão com outro carro.

De acordo com informações do jornal The Huffington Post, Pietro e as duas pessoas que estavam no outro veículo envolvido no acidente passam bem e devem se recuperar em breve.

O pai de Caterina, que é chefe do serviço de emergência local, disse: “O cabelo da minha filha era grosso longo, tragicamente, ele ficou preso no volante”.

— Acreditamos que ela fez um movimento brusco com a cabeça e acabou puxando o volante também.

Empresa terá que indenizar irmãos de trabalhador morto em …

O Tribunal de Justiça do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT) condenou uma construtora ao pagamento de indenização por dano moral, no valor de R$ 180 mil, à família de um funcionário que morreu quando viajava a trabalho. Cada um dos seis irmãos da vítima do acidente, que ocorreu em março de 2011, na rodovia Emanuel Pinheiro, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, deverá receber R$ 30 mil de indenização. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira (30).

Ao todo, cinco pessoas morreram no acidente. De acordo com a denúncia do Ministério Público, as vítimas estavam no veículo da empresa quando bateram em um caminhão modelo caçamba, que fazia o contorno em um das rotatórias da rodovia, nas proximidades do Bairro Jardim Vitória, na capital.

O grupo seguia na rodovia a trabalho, com destino a uma fazenda próxima ao município de Chapada dos Guimarães, onde realizaria obras. Os irmãos de uma das vítimas alegaram que a morte dela foi devido ao fato do veículo estar em alta velocidade e por transportar grande quantidade de pisos cerâmicos no porta-malas. Segundo a Justiça, a acusação teve por base laudo de necropsia indicando o óbito por traumatismo craniano causado por instrumento cortante.

A empresa, por sua vez, contestou a informação e responsabilizou o motorista do caminhão pelo acidente ao declarar que ele teria feito uma manobra indevida na pista. O caso chegou ao Tribunal após a construtora não concordar com a decisão do juiz Alex Fabiano, em atuação na 1ª Vara do Trabalho de Cuiabá, que a condenou ao pagamento de indenização por danos morais.

Em julgamento singular do caso, o magistrado da capital afirmou que a empresa não conseguiu provar a culpa do motorista do outro veículo. Além disso, o próprio laudo apresentado por ela indicou que a quantidade de peças cerâmicas transportadas era desproporcional ao porte do automóvel. Assim, e considerando a dor dos familiares e as indenizações já pagas, julgou devida a indenização aos familiares do trabalhador.

No recurso apresentado no Tribunal, a empresa alegou que não foi provada sua culpa nem a do funcionário que dirigia o veículo, no momento do acidente. Assim, requereu a reforma da sentença concedida pela 1ª Vara de Cuiabá. A relatora e desembargadora, Beatriz Theodoro, aplicou a teoria da responsabilidade objetiva para condenar a empresa ao pagamento dos valores. “Entendo que a constatação de que o sinistro ocorreu em automóvel dirigido por empregado da ré, em pleno exercício de suas atividades laborais, atrai a responsabilidade objetiva do empregador pelos danos suportados por via de aplicação do art. 932, III, do Código Civil, não havendo nos autos comprovação da existência de uma das excludentes, quais sejam, a culpa exclusiva da vítima, o caso fortuito ou a força maior”, consta trecho da decisão da magistrada.

Identificadas as vítimas fatais de acidente na BR-163 em Douradina

Todas as vítimas fatais do trágico acidente ocorrido na madrugada desta quarta-feira (30) na BR-163, em Douradina, já foram identificadas. Além de Alexsandro Pereira Mourão, de 37 anos, Edson Porto Leite, de 53 anos e Adilza Maria dos Santos Soares, 91 anos, morreram na colisão entre um caminhão e um ônibus Maria Ivani Alves, de 72 anos e Maria Ivonete Alves Fidalgo, de 54 anos.

As identificações foram confirmadas por representante da Empresa Eucatur, dona do ônibus que partiu de Porto Alegre (RS) com destino a Alta Floresta (MT). A partir da lista de passageiros foi possível saber a identidade das duas mulheres que morreram no local do acidente, onde ocorreu a colisão frontal entre os veículos.

Vítimas fatais do acidente na BR-163 são os motoristas e duas mulheresMaria Ivani Alves, de 72 anos, era moradora em Tacuru. Já Maria Ivonete Alves Fidalgo, de 54 anos, residia em Rondonópolis, no Mato Grosso. Também morrem no local o motorista do ônibus, Alexsandro Pereira Mourão, morador no Jardim Ouro Verde, em Dourados e o condutor do caminhão, Edson Porto Leite, residente em Campo Grande.

Adilza Maria dos Santos Soares, de 91 anos, moradora em Cruzeiro do Oeste, no Paraná, morreu já nesta manhã, no Hospital da Vida.

A empresa responsável pelo ônibus informa prestar assistência aos 15 feridos que permanecem internados. Alguns estão em estado grave.

Um dos passageiros que estavam no ônibus disse à reportagem da 94 FM que estava acordado no momento do acidente. Segundo ele, o caminhão invadiu a pista e provocou a colisão. Motoristas de outros veículos que chegaram no momento da ocorrência afirmaram ter visto o caminhão trafegando em zigue-zague momentos antes da batida. Essas informações ainda precisam ser confirmadas pelas investigações.

Mortos em acidente no Norte de SC eram funcionários da BMW, diz …

araquari (Foto: Reprodução/RBS TV)Acidente aconteceu no início da tarde desta quarta-feira (Foto: Reprodução/RBS TV)

O acidente de carro que aconteceu na tarde desta quarta-feira (30) em Araquari, no Norte Catarinense, vitimou quatro funcionários da BMW de Santa Catarina, segundo a Polícia Civil. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram encontrados três crachás de identificação de traalhadores da organização nos destroços do veículo.

Acidente em Araquari, na BR-280 (Foto: Sara Kirchhof/RBS TV)Cinco pessoas estavam no carro
(Foto: Sara Kirchhof/RBS TV)

Pela manhã, outra fatalidade ocorreu envolvendo a montadora em Santa Catarina. Uma plataforma de concreto caiu sobre o corpo de outro funcionário na fábrica em construção da BMW no mesmo município.

Segundo a Polícia Civil, morreram o americano Alonzo Javan Seaborne, de 50 anos, e Andreas Walter Rudolf Griimm, de 52 anos, que não teve a nacionalidade confirmada. Entre as vítimas também estavam a paranaense Grassieli Fagundes de Oliveira, de 30 anos, e o paulista Luiz Fernando Piccinato Alves de 28 anos. Outro funcionário, de 28 anos, foi encaminhado ao Hospital Municipal de São José, em Joinville. 

Segundo a assessoria de imprensa da unidade hospitalar, ele foi sendo atendido no setor de emergência por uma equipe médica. O homem apresenta politraumatismos e não há informações sobre os procedimentos que serão realizados no paciente, considerado em estado grave.

De acordo com a Polícia Civil, os cinco ocupantes do carro estariam retornando do almoço no momento da colisão. A batida ocorreu no início da tarde desta quarta-feira, entre uma carreta que transportava soja e um carro de passeio.

Acidente em Araquari, na BR-280 (Foto: Sara Kirchhof/RBS TV)Condutor do caminhão não prestou socorros para
as vítimas (Foto: Sara Kirchhof/RBS TV)

O motorista do veículo de carga, Niomar Rauber, de 33 anos, fugiu do local do acidente para entrar em contato com a esposa. Após perseguição policial, ele foi preso em flagrante no Posto de Atendimento Básico de Saúde, onde aguardava para ser atendido por um médico. Conforme a polícia, ele não se feriu com gravidade.

O advogado da organização está acompanhando o registro do incidente na Delegacia de Araquari, segundo a assessoria de imprensa da empresa. Até as 19h ela não havia confirmado a relação das vítimas.

O acidente
A colisão aconteceu no início da tarde desta quarta, na BR-280, em Araquari, Norte catarinense.O caminhão seguia de Guaramirim em direção ao Porto de São Francisco do Sul, na mesma região do estado. No percurso, encontrou um caminhão parado na via e, ao tentar ultrapassar o veículo, colidiu de frente com o carro dos funcionários da BMW, que seguia na direção contrária.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Aquino Gomes, o caminhoneiro foi preso em flagrante por omissão de socorro e deve responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Um exame químico toxicológico para dosagem alcoólica no sangue será solicitado pelo delegado.

O suspeito está detido na Delegacia de Araquari e deve ser transferido para a Unidade Prisional Avançada de São Francisco do Sul. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville para reconhecimento de familiares.

 

 

Velório de vítima de acidente em Botuverá ocorre no Bairro Santa …

O corpo da Fisioterapeuta Mirela Carla Pereira Kohler, 30 anos, vítima de um grave acidente de trânsito na manhã desta quarta-feira na Rodovia Pedro Merizio (SC-486), está sendo velado na Capela Mortuária do Bairro Santa Terezinha. Segundo a Funerária São José, o sepultamento está marcado para ocorrer na manhã de quinta-feira (31), também no Bairro Santa Terezinha.

A Prefeitura de Botuverá decretou luto oficial de três dias e comunica que, em virtude do trágico acidente, o atendimento da Unidade Básica de Saúde do Centro será suspenso amanhã (31/07), no período matutino e retomado no período vespertino.

Mirela era Fisioterapeuta, servidora pública de Botuverá e esposa do empresário Leandro Kohler. Residia em Brusque e trabalhava em Botuverá desde novembro de 2013.

Conforme informações do Pe. Magnos Caneppele, Orientador Espiritual do Emaús Brusque, Mirela também participou ativamente de muitas atividades no Emaús de Brusque, e atualmente estava à frente do Pré-Emaús.
 

Motorista fica ferido após acidente com cavalo – Jornal da Cidade

Fotos: Bruno Freitas

Após acidente, motorista perdeu o controle da direção e depois bateu em barranco

Vaine Alexandre Ermacora, 41 anos, ficou gravemente ferido no início da manhã desta quarta-feira (30), por volta das 6h30, após sofrer um acidente envolvendo um cavalo solto nas imediações do quilômetro 1 da Nações Norte, na região do Jardim Marília, em Bauru.

O local ainda estava escuro na hora do acidente. É o segundo registro de atropelamento de equino em menos de 20 dias.

Segundo informações da Polícia Militar e Rodoviária, o motorista, que é de Bauru, voltava do trabalho com o Uno, sentido à rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), a Bauru-Marília, quando atingiu o cavalo de grande porte e só foi parar depois de percorrer mais de 300 metros, quando subiu com as quatro rodas no barranco e de depois voltou para a via. O veículo ficou bastante danificado e possivelmente o condutor teria ficado com o pé preso no acelerador após a parte de cima do automóvel ser destruída.

O animal morreu na hora e o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) esteve no local para recolher o cavalo.

A vítima foi socorrida por uma Unidade de Resgate (UR) do Corpo de Bombeiros e encaminhado com ferimentos na cabeça ao Pronto-Socorro Central (PSC). A Polícia Científica esteve no local para realizar a perícia técnica e as causas do acidente serão investigadas.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, Vaine Ermacora foi submetido à uma tomografia e o exame apontou um sangramento interno na região cerebral. Ele está consciente e aguarda vaga para internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base (HB).

Acidentes tornaram-se frequentes

Há anos o JC vem alertando sobre os riscos de animais soltos em ruas e rodovias de Bauru. Recentemente, no dia 11 deste mês, um outro acidente semelhante aconteceu próximo dali, no quilômetro 350 da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), a Bauru-Marília, sentido Marília, próximo do Distrito Industrial 3 e do Núcleo Fortunato Rocha Lima. Durante a manhã, por volta das 5h, o motorista de um circular iniciava a linha Nova Esperança Caic/Parque Vista Alegre, quando se deparou com dois cavalos na pista tentando pular o canteiro central e acabou atingindo um deles.

Histórico recente

Conforme o JC vem noticiando, no dia 11 de dezembro de 2010 três pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida após um acidente semelhante. No final de outubro, no mesmo ano, uma outro colisão entre moto e equino também matou o motociclista. A mulher do condutor e seu filho de 4 anos, que também estavam na moto, ficaram feridos.

Motivo é sempre o mesmo

Os animais ficam soltos em locais inapropriados, geralmente nos bairros de periferias da cidade, que ficam encostados nas principais rodovias que circulam o município. Não existe nenhuma fiscalização preventiva que impeça que esses acidentes continuem se tornando cada vez mais frequentes.

Nos terrenos que estão às margens da rodovia Bauru-Marília, por exemplo, é possível ver os cavalos e o gado pastando livremente, sem qualquer tipo de cerca de proteção. Até hoje nenhuma providência foi tomada pela prefeitura.

Segundo dados recentes da Polícia Militar, os locais mais propícios para acidentes com animais soltos são as rodovias Marechal Rondon (SP 300), rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294/ Bauru-Marília), a Bauru-Jaú (SP 225) e rodovia Cesário José de Carvalho (SP 321/Bauru-Iacanga).

Pontos

Segundo dados recentes da Polícia Militar, os pontos mais propícios para acidentes com animais nas pistas são as rodovias Marechal Rondon (SP-300), as rodovias Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294, a Bauru-Marília; e a SP-225, a Bauru-Jaú) e a rodovia Cesário José de Castilho (SP-321, a Bauru-Iacanga).

Denúncias acontecem diariamente

A Divisão de Vigilância Ambiental recebe diariamente de sete a dez chamados de animais de grande porte soltos e pequenos em via pública. Segundo o departamento informou em nota, em muitos dos chamados, quando a equipe chega ao local indicado, os animais já foram recolhidos pelo proprietário ou não são encontrados.

Quem ver animais de grande porte soltos deve denunciar ao CCZ através do telefone 3103-8050 de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h e nos demais horários, fins de semana e feriados através do 190 da Polícia Militar, que encaminha a solicitação ao serviço.

Após a apreensão dos animais, que são levados para o CCZ, o responsável tem o prazo de cinco dias para retirá-los. O responsável fica sujeito ao pagamento do valor único de R$ 98,79 pela permanência do animal nas dependências do órgão, e mais multa que varia de R$ 121,11 a R$ 4.602,00, conforme a gravidade da situação.

Nem todos os autos de infração geram multas pois o proprietário pode apresentar boletim de ocorrência indicando que o animal foi roubado ou furtado ou ainda provar que ele se encontra em situação de vulnerabilidade social e, por isso, não tem condições de arcar com o valor a ser pago pela multa.

Serviço

As denúncias sobre animais soltos em perímetro urbano devem ser feitas no CCZ, pelo telefone (14) 3103-8050. Nas rodovias, devem ligar no 0800-0555510 ou acionar a ouvidoria do DER pelo e-mail ouvidoria@der.sp.gov.br.

Bruno Freitas

Este é o segundo acidente envolvendo animal solto em vias públicas; o último deles aconteceu dia 11